Curta-metragem de Afogados, município pernambucano, será exibido na França

Curta-metragem de Afogados, município pernambucano, será exibido na França

Fonte: Rádio Pajeú

Uma parceria firmada entre a Monserrat Filmes e a Prefeitura de Afogados da Ingazeira promoveu no município diversas oficinas de capacitação em fotografia, formação de atores, fotografia, elaboração de roteiro e produção de cinema. As oficinas foram realizadas em Março e Abril, dentro das atividades do Projeto “Cinema no Interior”, que conta com recursos da Fundarpe.

O “Cinema no Interior” já atua nos outros oito Estados do Nordeste e em alguns países do continente Africano. A etapa final do projeto foi concluída este final de semana, com a participação de 35 moradores de Afogados, participantes das oficinas. Eles mesmos produziram, roteirizaram, filmaram e atuaram no curta-metragem intitulado “A moça e a dançarina”, com vinte minutos de duração.

Em junho, o curta-metragem será exibido em um festival de cinema na França. Em novembro, ele será exibido, junto com todo o material produzido nesta edição, no centro cultural BNB, na cidade de Fortaleza. Na ocasião, será realizada uma retrospectiva do projeto em sua atuação nos nove Estados do Nordeste brasileiro.

Leia a matéria completa aqui.

Após vencer concurso, Cearense participará de festival de cinema na China

Após vencer concurso, Cearense participará de festival de cinema na China

Fonte: O Povo

Como diz o provérbio chinês, uma “longa viagem começa por um passo”. E o cearense Fábio Monteiro deu esse importante passo. O jornalista venceu um concurso de vídeo, promovido pela Rádio Internacional da China, no qual escolheu as dez melhores produções. Com isso, ele viajará para a China, onde participará de um festival de cinema na cidade chinesa Hagzhou, entre os dias 16 a 23 de abril.

O concurso estabelecia a seguinte regra sobre o vídeo: o tema ‘chá e amor’. Como os apoiadores da promoção eram empresas fabricantes de chá, os vídeos deveriam abordar a temática. Além disso, as legendas precisariam estar em esperanto ou mandarim. “Fiz um vídeo bem simples, em preto e branco, mudo. Em três dias, filmei tudo. A ideia era fazer uma história bonita e promover a paz, a amizade através do chá. Gravei tudo dentro do meu quarto, com a minha namorada, em cromaqui”, conta ele.

Responsável pelo roteiro, edição e direção, Fábio também atuou ao lado da namorada, Rosiana Amorim, no vídeo de dez minutos. O curta-metragem produzido pelo cearense ficou entre os dez melhores do concurso, que teve vencedores da Europa, América Latina e África. O jornalista foi o único brasileiro selecionado.

Os autores dos vídeos vencedores vão conferir de perto o festival no país oriental, com viagem custeada pelos promotores do concurso. Além da oportunidade de participar da atração em abril, Fábio vai aproveitar para viajar pela região e trabalhar em seu projeto Viajante Independente, no qual dá dicas de viagens e turismo por um site e um canal no Youtube.

“Os representantes dos filmes vão para o festival na China. São oito dias de festival com tudo pago. Como não vale a pena ficar uma semana lá, porque é uma viagem cara, tentarei passar um mês em ‘mochilada’. Inclusive, vou aproveitar para realizar os meus projetos”.

Como descobriu o concurso?
Entender mandarim, idioma oficial da China não é uma tarefa fácil. Descobrir esse concurso no outro lado do mundo e traduzir o edital também não. E, ainda produzir um vídeo com legenda em mandarim ou esperanto (língua universal), torna a missão mais difícil.

Leia a matéria completa neste link

Prêmio curta rio destinará R$ 400 mil em prêmios para produção de curtas-metragens no rio de janeiro

Estão abertas de 20 janeiro a 23 de fevereiro as inscrições para o Prêmio Curta Rio, uma iniciativa do IBEFEST-Instituto Brasileiro de Estudos de Festivais Audiovisuais, que visa distribuir R$ 400 mil para a produção de curtas-metragens.

O concurso é aberto a realizadores residentes / domiciliados no Estado do Rio de Janeiro e os projetos vencedores terão exibição garantida na TV Globo.

São aceitas propostas inéditas de ficção, documentário, animação ou experimental, com o tema “450 anos do Rio de Janeiro”, para a produção de curtas-metragens com duração exata de seis minutos. Serão selecionados 10 projetos que receberão R$ 40 mil (valor bruto), cada, para a produção dos filmes.

As inscrições podem ser feitas diretamente no site www.premiocurtario.com.br.