Curtas brasileiros viram atração em Portugal

Curtas brasileiros viram atração em Portugal

Fonte: DN Artes

É uma mostra com sotaque. Nos dias 26, 27 e 28, sete documentários brasileiros são exibidos na Gare Marítima de Alcântara, com o Tejo em fundo.

“Da janela do meu quarto eu vi uma rua de areia molhada, e debaixo da chuva dois corpos de criança brigavam se amando e se amavam brigando.” “Da Janela do Meu Quarto” é uma curta-metragem de Cao Guimarães, que exibe um acaso poético, de cinco minutos, captado pelo realizador brasileiro, na ilha de Algodoal (Amazónia Atlântica). Uma “pequena morte quotidiana”, como lhe chamou. A mostra Doc no Rio, a decorrer de 26 a 28 de junho, ao ar livre, na Gare Marítima de Alcântara, selecionou este e outros trabalhos que apresentam algum do mais relevante cinema autoral brasileiro.

O DocLisboa – Festival Internacional de Cinema, com o apoio da Doc Alliance Films e da Liscont, aproveita a chegada dos dias quentes e um espaço de eleição, como é o porto de Lisboa, para levar o cinema à rua. A curadoria é de Maria Mendes e o programa integra produções de diversas zonas do Brasil, curtas e longas–metragens inéditas em Portugal, mostrando como é expressivo o panorama independente.

Leia a matéria completa neste link.

Prêmio Curta Rio atua no fomento à produção e também na difusão dos curtas-metragens

O Prêmio Curta Rio, uma iniciativa do IBEFEST-Instituto Brasileiro de Estudos de Festivais Audiovisuais, selecionará e financiará com R$ 40 mil (valor bruto), cada, a realização de dez projetos de curtas-metragens com duração exata de seis minutos.

Desta forma, o concurso atua diretamente no fomento à produção de filmes curtos, contribuindo para o incremento criativo e financeiro do segmento curtametragista do Rio de Janeiro.

O Prêmio Curta Rio tem também ações importantes no campo da difusão e circulação dos filmes resultantes do concurso. A principal delas é a garantia da exibição na TV Globo, abrindo espaços na TV aberta para a difusão e formação de um novo leque de admiradores para os filmes de curta duração.

Além disso, os dez filmes comporão um DVD do Prêmio Curta Rio, que sera distribuído gratuitamente para videotecas, espaços culturais, cineclubes e demais iniciativas da área audiovisual.

Curta-metragem brasileiro compete no Festival de Berlim

Curta-metragem brasileiro compete no Festival de Berlim

O filme “Mar de Fogo”, com Direção de Joel Pizzini,  concorre ao prêmio Urso de Ouro de curtas-metragens no Festival de Berlim.

“Mar de Fogo” é um obra experimental de 8 minutos, um filme-ensaio, conforme definição de Pizzini, inspirado no clássico “Limite”, de Mário Peixoto. É o único filme brasileiro dentre os 27 concorrentes da categoria.

A 65ª edição do Festival de Berlim acontecerá entre 5 e 15 de fevereiro.

http://www.berlinale.de/en/presse/pressemitteilungen/berlinale_shorts/shorts-presse-detail_26324.html